Yorkshire Terrier

Yorkshire Terrier

História e curiosidades

O Yorkshire Terrier é a combinação entre os cães Cairn-Terrier, Dandie-Dinmont, Skye Terrier e o Bichon Maltês. O seu nome provém da sua região de origem, Yorkshire, em Inglaterra, daí este seu nome.

Tal como a maioria dos Terriers da altura, especialmente em países como Inglaterra, ele era utilizado para a caça, neste caso de roedores. Foi praticamente no início do século XX que que a raça foi registada, mas foi só nos anos 70 que ocorreu o “boom” de fama e demanda. Hoje em dia é das raças mais populares como animal doméstico.

Características físicas

Esta espécie pertencente às raças miniatura consegue atingir os 22 cm no máximo e o peso a rondar 3 kg. Só isto poderá mostrar o frágil que poderá ser um Yorkshire Terrier.

O seu pêlo é normalmente longo e lindíssimo. O azul escuro e a cor de fogo são duas cores bastante presentes no pêlo dos Yorkshire Terrier, mas outras poderão ser encontradas.

Tal como todo o seu corpo, dispõe de uma cabeça pequena e achatada. Mas por debaixo de todo aquele pêlo podemos ver uns olhos bastante expressivos e característicos. As suas orelhas são igualmente pequenas.

Mas apesar do seu pequeno tamanho, o Yorkshire Terrier tem um corpo relativamente compacto, apenas de tudo em ponto pequeno. A própria cauda pode ser cortada para ser mais pequena no que na realidade é, algo também comum entre os donos desta raça.

Características psicológicas

O Yorkshire Terrier é um cão pequeno mas bastante dinâmico, que por vezes até pode ser demasiado teimoso. Inteligente e vivo, não deve ser nunca tratado como um brinquedo, algo comum entre as crianças. As próprias crianças devem ser educadas para que respeitem o animal como é.

A razão de haver esta necessidade é que o Yorkshire nem sempre tem muita paciência, e as crianças podem mesmo tirá-lo do sério. Não quer dizer que seja uma raça apta para estar com crianças, mas ambos os sujeitos devem ser educados para respeitarem-se mutuamente.

Cuidados a ter

O respeito e disciplina é fundamental para que o animal não resulte teimoso e faça apenas o que quer. Não te esqueças das origens desta raça, e por isso é que está sempre a meter o nariz em tudo, devido ao seu instinto caçador.

O pêlo do Yorkshire dá algum trabalho, pode deve ser escovado com regularidade e de 3 em 3 meses mais ou menos também deve ser cortado.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Cães:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook