Efeito do calor nos cães

Cão na praia

Os cães são muito mais sensíveis do que nós à temperatura. E tal como acontece com o frio, eles devem ser protegidos do calor caso assim se justifique. Se estiver muito mais calor do que o animal está habituado, devemos procurar soluções para o ajudar a aguentar um dia de sol intenso.

Isolações

Ao falharmos, o nosso animal de estimação pode apanhar uma insolação, o que não é assim tão incomum quanto te possa parecer. Tendo a consequência mais grave de uma insolação a própria morte, devemos ter muito cuidado para protegermos o nosso cão.

Presta cuidado quanto levares o cão numa grande viagem, ou mesmo passando um dia inteiro da praia. Se a nós faz mal, imagina a ele. Se veres o teu cão a tremer e a temperatura do seu corpo estar demasiado alta, então ele poderá estar a ter uma insolação.

Tonturas e falta de ar são outros dois sintomas que nos podem indicar que estamos perante uma insolação. Como consequência, o animal pode criar edemas cerebrais e outras hemorragias pelo corpo. A negligência de tratar do animal de imediato poderá fazer com que se deixe causar uma falha no organismo, acabando o animal por morrer.

Caso detectes algum destes sintomas durante um dia de calor, leva o animal imediatamente a um veterinário para que ele possa actuar de urgência.

Para prevenir que se chegue a este ponto há certamente medidas que podemos tomar. A hidratação do animal é um dos pontos chave para que ele não se sinta mal com o calor que possa estar.

Dicas para cuidar do animal em dias de calor

Existem algumas dicas que poderás seguir para manter o teu animal hidratado e protegido. Segue na continuação algumas dicas para cuidares bem dele:

- Água fresca sempre pronta. Mantem sempre o seu bebedouro com água fresca. Se estiveres a passear, traz uma garrafa de água fresca contigo e um bebedouro para que ele possa beber.

- Evita passear o animal nas horas mais quentes. O chão quente poderá magoá-lo, o sol poderá causar a insolação que já debatemos… Aproveita as horas de menos calor e de mais sombras.

- Nunca tranques o animal no carro. O sobreaquecimento pode fazê-lo passar muito mal.

- Evita o uso de focinheiras nas alturas de maior calor, pois irá dificuldade a respiração do animal.

- Se tratar-se de uma raça de pêlo longo, podes ponderar cortar um pouco o seu pêlo para não causar tanto calor.

- Tem atenção ao local onde o animal fica. Tenta fazer com que ele esteja sempre à sombra nas alturas de maior calor.

- Se tiveres uma piscina em casa, toma muita atenção que alguns cães podem atirar-se à piscina para se refrescarem e depois não conseguem sair.

- Os banhos frios são uma boa forma de refrescar o animal, mas não exageres para ele não ter um choque térmico.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Cães:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook