Bulldog francês

Bulldog francês

História e curiosidades

Bem, a origem exacta do Bulldog Francês é motivo de debate por muitos, e isso tem uma razão muito simples. Os primeiros exemplares desta raça surgiram em Inglaterra, mas eles eram rejeitados pelo seu pequeno tamanho.

Foi na França que encontraram o seu lar (daí o seu nome), e após algum tempo o encanto desta raça não só encantou os franceses como encantou inclusive os próprios que rejeitaram a raça, e hoje em dia tem a popularidade que todos nós sabemos.

O Bulldog Francês sempre foi um bom cão de guarda, inclusive a realeza francesa tinha um fascínio por esta raça. Durante os anos 40 foram feitas modificações para alterar algumas das suas características.

Características físicas

Apesar de ter um corpo bastante robusto, não podemos dizer que é proporcional. À primeira vista, vemos logo que tem uma grande cabeça que não se parece encaixar na perfeição com o tamanho do resto do corpo.

De olhos e orelhas igualmente grandes, dispõe de um nariz achatado. Toda a cabeça de resto tem varias semelhanças com a raça Bulldog em geral. Podemos encontrar o seu pêlo tanto em preto como em branco.

Características psicológicas

De resto ele é um cão bastante sociável, que gosta muito de brincar e de mimar os seus donos. Dócil e obediente, facilita bastante a sua educação e treino, e com uma afinidade para cão de guarda torna-o o verdadeiro cão protector da família.

Cuidados a ter

Um pouco como a grande maioria das raças de cães, necessita de uma boa higiene oral, uma escovagem regular e ainda que as suas orelhas estejam sempre limpas. Tudo isto evitará vários problemas que poderão surgir.

Mas há duas coisas que deves saber. Primeiro, muito cuidado com a alimentação pois ele tem uma tendência forte para engordar. Segundo e não menos importante, caso disponhas de uma fêmea e esta entre em trabalho de parto, procura imediatamente um veterinário já que devido ao formato do seu corpo, surgem complicações frequentemente mas os veterinários estão preparados para dar a assistência necessária.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Cães:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook