Banho dos cães

Banho dos cães

Algo importante a saber desde já: os cães não necessitam de uma rotina de banho! Não existe uma formula que diga quantas vezes deve um cão tomar banho num ano, além disso há vários factores que influenciam quando é que devemos dar banho ao cão.

Muito basicamente e talvez seja algo bastante óbvio, é quando vermos que o animal está sujo ou tem um odor forte que devemos dar-lhe banho. Isso é claro, no entanto é apenas nestas situações. Não devemos dar banho por rotina, pois se o animal estiver limpo desde do último banho, então não é necessário tomar outro banho.

Champô e a sua aplicação

Nunca devemos utilizar o nosso champô, mas sim utilizar um champô especial para cães. Existem champôs para raças especificas, mas normalmente um champô que seja simplesmente para cães basta. A diferença do champô para humanos do champô para cães está no pH.

O mesmo acontece com os bebés. Usamos champôs diferentes para bebés pois o pH destes é neutro. Os cães têm uma sensibilidade específica, e por isso necessitam de um tipo de champô específico.

Os champôs com perfume também devem ser evitados. Não são muito comuns entre os champôs para cães mas eles existem, contudo alguns cães podem desenvolver reacções alérgicas. É preferível evitar do que remediar mais tarde.

Mais importante que esfregar bem o pêlo de champô é mesmo passá-lo por água. Devemos ter a certeza absoluta que não ficam resíduos de champô no pêlo, pois poderá irritar a sua pele. Mais vale gastar muita água para ter a certeza que o pêlo fica imaculado.

Elementos necessários para um banho completo

Na continuação vamos mostrar o que precisas de ter presente na altura de dar banho ao teu cão. É que não basta mesmo meter o cão numa banheira, despejar água em cima dele, limpá-lo e já está. Com os acessórios certos, não só conseguimos um banho mais completo como também garantimos que o cão fica devidamente lavado.

- Água: É verdade que incluir a água na nossa lista pode parecer um pouco ridículo já que é extremamente óbvio, mas deves saber que a água deve ser morna. Nem demasiado fria nem demasiado quente comparando com a temperatura do seu corpo.

- Toalha: Neste elemento normalmente também não se falha. Procura uma toalha só para ele, que deve logo ser lavada depois de usada. Como os seus banho não são frequentes, dá mais que tempo de lavar, secar e estar pronta para um novo banho.

- Algodão: Este elemento tem dois propósitos: limpar os ouvidos do animal e ainda protegê-los durante o banho ao tapá-los para não entrar nem água nem champô.

- Champô: Como já dissemos, um champô específico para cães é obrigatório, e usar um champô dos nossos é extremamente proibido.

- Condicionador: Tal como nós, um condicionador fará maravilhas ao pêlo de animal. Não é necessário caso o animal tenha pêlo curto, e também é necessário que seja um produtos especifico para cães e não o condicionador que temos para nós.

- Corta-unhas: É na altura do banho que devemos aproveitar a ocasiões para cortar-lhe as unhas. Se estiveres inseguro ou com medo em relação a cortar-lhe as unhas, então o ideal será mesmo pedires ajuda a um veterinário que o faça por ti ou te ensine a fazê-lo.

- Escova / Pente: Não só para deixar o pêlo do animal bonito mas também para remover nós, pêlos mortos, parasitas e quaisquer partículas que tenham ficado agarradas ao seu pêlo. No caso do pente, este é mais eficaz contra parasitas (pulgas, por exemplo, com pentes especiais para o efeito), enquanto a escova é mais eficaz para remover nós e pêlos mortos.

- Perfume: Um excelente toque final. E para variar um pouco, este também deve ser específico para cães. Os nossos perfumes foram testados para que não nos façam mal à pele, mas não foram testados para serem usados em cães, por isso os efeitos podem ser desastrosos.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Cães:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook