Alimentação dos cães

Alimentação dos cães

Nutrientes

Os cães, tal como qualquer ser vivo, têm certas necessidades nutricionais para sobreviver. Proteínas, minerais, vitaminas, energia… são tudo elementos que a sua comida deve ser rica de forma a crescer saudável.

Hidratos de carbono: Os hidratos de carbono e gorduras são os responsáveis por dar energia. Tanto os músculos como o próprio fígado absorve toda a glicose e transformam-na em glicogénio, a forma mais eficaz para armazenar energia.

Lipidos: Os lípidos também são uma boa de conseguir energia, dispõem do dobro da eficácia comparados com os hidratos de carbono. Toda esta mistura permite aos animais ganharem a energia que necessitam, que posteriormente deve ser gasta.

Proteínas: As proteínas ajudam bastante no desenvolvimento do corpo do animal. É com os aminoácidos que o seu corpo vai desenvolvendo de forma a conseguir uma boa formação corporal. Com o corpo não consegue naturalmente gerar aminoácidos suficientes, é através da alimentação que o animal vai buscar o restante.

Vitaminas: As vitaminas e os minerais também ajudam a melhorar o organismo dos cães. Tal como a falta de vitaminas pode ser prejudicial, o mesmo acontece com o excesso delas. Tem muito cuidado para não exagerares, tentando definir uma dieta o mais abrangente vitaminicamente possível.

Minerais: Os minerais têm como objectivo manter um sistema imunitário a 100%, coagular o sangue correctamente e também tem uma participação importante no metabolismo do oxigénio no organismo.

Alimentos proibidos

Para criarmos uma dieta equilibrado e apropriada, é importante saber-se que alimentos é que ele não deve comer. Sabendo o que ele não pode comer, facilmente organizarás uma lista de refeições que o animal pode fazer dos alimentos que ficam de fora.

- A nossa comida (por variadíssimas razões que também estão aqui listadas);

- Sal em excesso;

- Temperos (bom para nós, mau para eles);

- Açúcar;

- Salgados (pela mesma razão que o sal em excesso);

- Conservas (diferente dos enlatados para cães);

- Maioria das leguminosas;

- Batata;

- Enchidos;

- Pão;

- Comidas que não seja apropriadas para a sua raça / idade (exemplos: comida de gato, comida de crias quando se trata de um cão adulto, etc.).

Como vês, não basta dar de comer ao animal para tratar dele bem, é necessário pensar-se bem no que dar, e conhecer detalhadamente tudo aquilo que oferecer, bom ou mau.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Cães:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook