Agressividade nos cães

Agressividade nos cães

Os problema de agressividade infelizmente são algo muito presente em todas as raças, mas o que é certo é que há raças que são mais propicias a terem actos agressivos do que outras. Ainda assim existem alguns equívocos, pois certas raças que têm fama de ser pacificas até são bem mais do que outras.

E depois de surgirem os problemas torna-se mais difícil corrigi-los, pelo que ideal é evitar antes que estes surgem. Um comportamento agressivo pode ser corrigido ainda assim mesmo depois destes surgirem, no entanto requer um esforço muito maior.

Também é aconselhado a procura de um especialista no assunto, mas caso não tenhas essa capacidade, tu também poderás evitar ou corrigir problemas de agressividade com algumas dicas que poderás ver na continuação.

Motivos que levam à agressividade

Existem alguns motivos que possam justificar (não que seja correcto, claro) ataques expontâneos de agressividade ou mesmo atitudes agressivas, não partindo directamente para a agressão. Esses motivos incluem por exemplo:

- Castigos demasiado severos;

- Solidão prolongada;

- Dor e sofrimento (por doenças, infecções, etc.);

- Instinto natural (mais comum em certas raças);

- Sentir-me ameaçado;

- Educação focada na agressividade;

- Inaptidão social;

- Muitos outros.

Falando ainda num dos pontos, alguns dos animais são treinados para serem agressivos para com estranhos, e isso normalmente acontece com cães de guarda. Apesar de não ser algo ilegal, um cão que é treinado para ser agressivo pode acabar por ser agressivo contra quem não deve (inclusive com os seus próprios donos).

Não dizendo que é mau treinar um cão para defender a nossa propriedade, há vários métodos de educação e treino canino, mas alguns deles menos convencionais praticamente roçam a ilegalidade, pois incluem actos agressivos, negligência (falta de comida, carinho) e o animal acabará por estar constantemente triste e frustrado, inclusive com os donos.

Como evitar / corrigir problemas de agressividade

Deves antes de mais, evitar qualquer tipo de acções agressivas. Primeiro, não deves utilizar a agressividade para corrigir agressividade, pois só fará com que o animal ganhe raiva a ti.

Segundo, também não deves usar a agressividade de forma a amansar o animal mesmo antes de ele se tornar agressivo, por isso terá o efeito directamente inverso e fará com que ele comece a seguir o exemplo do dono e reagir de forma igualmente agressiva.

Deves sim, acostumar o animal a situações em que demonstram que tu és o dominador e ele o dominado. Não deixes que ele tome decisões por ti, como por exemplo na altura das refeições, tu é que deves decidir qual é a sua hora de comer, e não ele.

Podes também obrigá-lo a seguir ordens através de recompensas no final. Desta forma ele irá obedecer com todo o gosto, pensando que haverá sempre uma recompensa. A longo prazo ele nem pensará tanto na recompensa, já que a obediência será um habito.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Cães:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook